Carregando Post...

Como dois podem virar um?

imagem

Quero aceitar que entre nós dois agora é cada um por si. Que o que um dia teve começo, hoje chegou ao fim. Mas o que fazer quando o que a gente sabe não é o suficiente pra conseguir com que a vida siga em frente? Eu sei. Talvez eu esteja me precipitando. Provavelmente é uma questão de tempo e do meu sentimento por você deixar de existir. Me deixar ir. Pois você já foi. E eu, sinceramente, não quero mais ficar aqui. Sozinha e um tanto iludida com um futuro que jamais vai virar presente. Já que somos passado.

Mas é que passamos por tantas coisas e pessoas juntos. Éramos um só. E com você, mesmo que não fisicamente, mesmo que me acompanhando e morando dentro do meu coração quando não podia me fazer companhia por onde eu ia, eu sabia que podia ir mais além e sem medo. Pois minhas mãos nunca estavam vazias. Elas seguravam e eram procuradas pelas suas. Por isso não entendo, quando foi que a nossa história e o meu amor te cansou?

O pior é que o motivo das minhas risadas, do sorriso fácil e da vontade de pular da cama mais cedo e já procurar meu celular e a ansiedade de ler alguma mensagem boba sua foi trocado pela mesma razão de chegar em casa depois de um dia de rotina e sentir as maçãs do rosto gelarem, de tantas lágrimas que já derramei por você. Por nós. Cheguei a te procurar e questionar se fiz algo de errado. Juro que achei que a culpa era minha. Só que depois do que escutei da sua boca, a mesma que eu brincava de morder e era tão feliz por ter, retirei minha parcela de responsabilidade nessa história que hoje só pode ser contada e lembrada, não mais vivida e compartilhada. Você disse que eu era certa demais pra você e que o que tínhamos era sério ao extremo, e que você queria viver o que ainda tinha pra viver. Sem pesos, medidas, planos ou alguém ao lado pra se comprometer.

O que eu fiz depois disso só Deus, eu e meus verdadeiros e poucos amigos vão saber: olhei meu reflexo de frente para o espelho e me declarei mulher demais pra você. Que o que era só coração se mostrou uma completa ilusão. E honestamente, não quero alguém que veja a vida e os meus sentimentos como algo passageiro. Quero alguém que venha e seja inteiro. Que me transborde. Não alguém que tire de mim toda a vontade de sorrir e que queira me diminu(ir). Talvez você sempre tenha sido assim: pouco demais pra mim. E eu tenha demorado a perceber que sem você a vida pode ser sim: bonita, bonita e bonita.


Comentários

Deixe um Comentário

Posts Recentes

24/Novembro/2017

Se é AMOR, não traz dor

10/Outubro/2017

Ela não endureceu. Ela...

15/Setembro/2017

Relações rasas. Pessoas...

Categorias


Onde estamos ? clique no mapaFechar Mapa

Entre em Contato

Escreva para nós, estamos a sua disposição!

Telefone

(18) 3262-1792

(18) 99665-1279

Email

contato@diariodeumasobrevivente.com.br

Localização

Presidente Bernardes - SP