Carregando Post...

Meu melhor amigo ou meu amigo-amor?

imagem

Sempre que me diziam que um garoto não pode ser amigo de uma garota sem que um dos dois se apaixone, me dava vontade de rir e contrariar, dizendo que eu e meus amigos homens sempre nos demos bem sem qualquer outro tipo de amor envolvido no meio, a não ser o amor da amizade. Mas de uns tempos pra cá tenho mordido minha língua e ficado mais quieta quando o assunto é esse e os personagens somos nós dois. Com você tudo foi sempre diferente, e acho que nesse caso não seria uma exceção. Não sei por quê, só sei que ultimamente meu coração começa a pular toda vez que o seu está por perto.

Não sei mais como re(agir) quando estou ao seu lado. Meus olhos parecem ter virado meus inimigos, pois não querem desviar dos seus e nem de você todo instante em que te vê, eles começam a brilhar de uma forma que me assusta. E se você descobrir que há algo diferente em mim? Que a amizade deu as mãos para o amor e que não quer mais soltar? Não sei o que fazer se você me desvendar. Logo eu que sempre defendi a verdade e me afastei de qualquer falsidade, será que teria coragem de confessar o que tenho guardado aqui dentro? Ou omitiria e disfarçaria um sentimento que, pelo jeito, não nasceu pra já morrer?

Por causa de você, por pensar tanto na gente, que me distrai de todo o resto. Que não sei mais o que é passar um dia sem ansiedade e querer estar com você pra me sentir mais próxima da felicidade. Não sei mais te dividir com ninguém e me arrepia só de pensar que a qualquer momento uma outra garota pode te afastar de mim, de nós. Se isso acontecer não consigo prever se te abandonaria ou permaneceria ao seu lado. Porque é doloroso demais acompanhar o sorriso do outro tendo consciência de que a gente não é o motivo dele. Mas me conheço. O suficiente pra apostar que, independente do futuro, não vou embora. Seria difícil te ver sempre com um outro alguém, só que pior é viver sem você e a nossa amizade, que é o início de tudo entre nós.

Já me apaixonei outras vezes, você bem sabe. Você esteve comigo a cada choro e alegria. A cada começo e despedida. A cada caminhada pela praça num dia bonito ou a cada porre de sorvete por causa de uma decepção. Você sempre tentava me livrar dos pensamentos negativos, das pessoas que não serviam mais pra mim, e com isso e muito mais foi me fazendo me aproximar de você. Ver algo que acho que não enxergava antes. Que o seu valor, a sua companhia, risada, amizade, abraço, sorriso, voz, jeito e cheiro eram e são os melhores. É difícil não amar a pessoa que faz você amar a vida. Que te incentiva a não desistir de si mesmo. Raridade assim a gente abraça e não solta mais.

Olha, prometo me dedicar pra conseguir peneirar e separar esses dois sentimentos que, por conta própria, decidiram se unir sem a minha permissão. Só não juro me sentir ainda feliz e completa se concluir o que preciso fazer, pois querer é bem diferente de necessitar. Obrigação nada tem a ver com coração. O coração é mais espontâneo, livre de imposições e posses. E esse coração aqui se sente parte do seu. A cada dia mais. Não sei se temos chances de um romance, cheio de amor, sinceridade e amizade, tudo o que já temos. Só o que sei é que continuo rezando por nós. Pra que em meio a tantas histórias repletas de raiva, orgulho, pontos finais, que a nossa seja exceção. Que sempre haja reticências, vírgulas, travessão, pontos de exclamação e continuação.

Daqui a pouco vou te ver e meu coração já começa a fazer festa aqui dentro por você. Desconheço nosso amanhã. Se continuaremos apenas bons amigos ou namorados-amigos. Mas vou me esforçar pra continuar na sua vida, se você assim permitir e prosseguir merecendo. Vou me forçar a perder o medo de voltar a segurar na sua mão, deixando aqueles velhos pontos de interrogação nas cabeças alheias se somos um casal. E se assim pensarem, melhor pra mim. Só não reclamaria se na sua cabeça também se passasse esse pensamento e se no seu coração nascesse o mesmo sentimento que floresceu e já criou raiz no meu. Ainda pode acontecer. Ainda podemos ser. Eu e você.


Comentários

Deixe um Comentário

Posts Recentes

24/Novembro/2017

Se é AMOR, não traz dor

10/Outubro/2017

Ela não endureceu. Ela...

15/Setembro/2017

Relações rasas. Pessoas...

Categorias


Onde estamos ? clique no mapaFechar Mapa

Entre em Contato

Escreva para nós, estamos a sua disposição!

Telefone

(18) 3262-1792

(18) 99665-1279

Email

contato@diariodeumasobrevivente.com.br

Localização

Presidente Bernardes - SP