Carregando Post...

Na mesma melodia sendo poesia, virando vida

imagem

Você parece minha canção favorita. A que não me canso de fechar os olhos, escutar e até cantar junto. A mesma que faz minha mente viajar e o coração querer pular e ao mesmo tempo se acalmar aqui por dentro. A que me faz pensar e também me esquecer da vida. Você é a minha melodia preferida, mesmo as letras estando um tanto bagunçadas tantas vezes. Sabe, a gente não precisa rimar. A gente só tem que querer ficar e se respeitar.

Tem tardes que eu simplesmente gosto de mergulhar em um silêncio externo profundo e deixar meu interior falar. Às vezes a gente dá tanta atenção para os outros, pra tanta coisa ruim e que só faz mal, que a gente esquece de se escutar e (se) amar. Parece que qualquer outra pessoa fica em primeiro lugar, enquanto a gente ainda não saiu do mesmo lugar. Se é que me entende. Fui deixando a rotina me levar que nem percebi que no fim não sobrou quase nada de mim.

Demoro muito tempo, às vezes, pra encontrar algo ou alguém que me faça realmente bem, mas geralmente quando encontro é pra ficar. Porque amor que é amor não vem de passagem, ele vem pra durar. E acho que eu e você podemos ser um e demorar, até a gente parar um dia de respirar. Escutava minhas amigas dizendo que o garoto que conheciam na fase atual de vida era diferente dos anteriores. Eu torcia o nariz e pensava comigo mesma: "Já escutei isso antes". Por talvez não me envolver facilmente não tinha histórias ou dramas românticos, e vivia bem assim. Já bastava ter que me preocupar comigo mesma, o que não era pouco, confesso. Mas daí te olhei e me vi ao seu lado, andando por aí de mãos dadas e corações entrelaçados. Me escutei dizendo para as paredes de casa que você era diferente. Ainda bem que não me enganei.

Quando lembro que os que vieram antes de você me enganaram, de certa forma, não consigo evitar de me sentir uma idiota. Por ter me doado e acreditado tanto, enquanto o outro sequer me incluía nos planos para um fim de semana, imagine pra uma vida. Já terminaram um relacionamento comigo e já terminei também. Estive dos dois lados e sei que dói quando se é machucado e também quando se machuca. Pois é, são 20 e poucos anos sentindo demais. Por mim e pelos outros. Já pensei em me mudar, de país e de jeito. Mas parei de pensar no que o outro esperava de mim e comecei a pensar em mim. Percebe a diferença?

Sempre escutei que os nossos pensamentos atraem acontecimentos. Só que arrisco a dizer mais: que o nosso coração traz e também leva embora pessoas e coisas. Por isso que, assim como um jardim com suas flores, precisamos cuidar mais dele, regá-lo com o bem e afastá-lo de todo mal, seja em forma de situação, seja em forma de uma pessoa.

Hoje sai pra caminhar e levei junto meu fone de ouvido e minhas músicas. Lembrei de você e abaixei a cabeça enquanto me aproximava de casa. Aprendi a sempre deixar no meu celular minha trilha sonora de vida, só aquelas canções que realmente dizem muito de mim e desse meu coração. Também aprendi a abraçar quem me acrescenta, me transborda, e a soltar quem me esvazia. E você não sabe o bem que me faz.

Tudo com você é simples, mas incrível. Você é parte da simplicidade que me traz felicidade, menino. E, por um tempo que não conheço sua duração, só quero que a gente seja a gente, entende? Juntos, calados ou rindo das nossas besteiras. Hoje dou risadas dos meus erros e suspiro quando acerto, pois vejo que precisei ser idiota pra ser feliz. Chorar pra caramba pra depois sorrir. Acho que a vida é meio assim.


Comentários

Deixe um Comentário

Posts Recentes

10/Outubro/2017

Ela não endureceu. Ela...

15/Setembro/2017

Relações rasas. Pessoas...

04/Agosto/2017

De c(oração)

Categorias


Onde estamos ? clique no mapaFechar Mapa

Entre em Contato

Escreva para nós, estamos a sua disposição!

Telefone

(18) 3262-1792

(18) 99665-1279

Email

contato@diariodeumasobrevivente.com.br

Localização

Presidente Bernardes - SP