Carregando Post...

Ser sobriedade. Ser intensidade

imagem

Não é fácil a gente encarar toda a gente que passa todo dia por nós e pela nossa vida de cabeça não tão baixa e nem tão erguida. Mas sim reta e destemida. Sem vergonha ou medo das trocas de olhares e dos julgamentos tantas vezes covardes, sobre quem somos, o que vestimos e calçamos. Sobre quem aparentamos.

Muitos deixam dúvidas na nossa cabeça e destroços no nosso coração. Fazem a gente carregar memórias com direito a trilhas sonoras que latejam tristezas e (o que precisam ser descartadas) recordações. Poucos, que também pode ser conhecido como o sinônimo de "raros", ficam. Fisicamente ou felizmente fixam pegadas doces e muito bem marcadas logo na entrada, na sala e nem chegam perto da saída. É o que eu disse. Ficam.

Mas independente dos que machucam e dos que curam, sempre me pego questionando sobre o quanto consigo respirar estando sóbria. Eu que não costumo e nem acostumo me esbaldar em farras e bebidas mais pesadas, algumas vezes gostaria que tivessem inventado algo que fizesse a gente sair um pouco da realidade que não traz felicidade e se recuperar de tombos e arranhões. Talvez seja por isso que exista o sono e os sonhos. Talvez.

Sei que chego a sofrer o dobro estando cercada de sobriedade e sendo intensidade, sem me encantar e enganar por meios-termos, mas também sei que gosto de quem me transformei. Não me troco por você, que sempre fingiu e sor(riu) muito bem, em qualquer momento, pra qualquer pessoa. Prefiro, com certeza, minha transparência, vivendo dias de leveza com pitadas de tormenta. E você? Aguenta?


Comentários

Deixe um Comentário

Posts Recentes

04/Agosto/2017

De c(oração)

11/Julho/2017

In(dependente)

Categorias


Onde estamos ? clique no mapaFechar Mapa

Entre em Contato

Escreva para nós, estamos a sua disposição!

Telefone

(18) 3262-1792

(18) 99665-1279

Email

contato@diariodeumasobrevivente.com.br

Localização

Presidente Bernardes - SP